Tampa da Panela


A cena, uma boate.  Na pista, dezenas de pessoas se esbarram, dançam e não se veem. Em uma ponta, uma menina linda se diverte enquanto se pergunta “até que horas eu preciso ficar?”. Em outra, um rapaz também bonito está à procura de alguém. De longe, ele a vê. Distante, ela também o encontra. Os dois se olham sem pressa. Aproximam-se. Ele, sem jeito. Ela o espera.  Sem dúvida, era ela a sua condessa. Um segundo e um deslize para atrapalhar todo o resto da história. Na hora agá, ele se embananou com os títulos. No passado, teria se dado bem. Em tempos de pouca realeza, só conseguiu se expressar com um pobre e ultrapassado “Oi, princesa!”.

Published by

12 thoughts on “Tampa da Panela

  1. Pois sim! Ele foi ótimo. Pena que ela não não sabe a metade do que aconteceu no coração do rapaz rs

    É mais ou menos assim que acontece… uma palavrinha escapulida e PIMBA! todo o esforço em vão.

    Obrigado, xará! vou me esforçar. se der certo eu relato, se não eu repito a história hehehehe

    presença ilustre do Juju! valeu, camarada. Já disse, vc e o xará vao dominar o mundo com talento sobrando. se souberem fazer um parmegiana eu caso cocês hehehehe

    beijos, meninas! 🙂 ahhh se vocês soubessem o que acontece por trás de um “oi, princesa”…
    🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s