Calma, Dilma! Eu Tenho Um Plano



Minha querida Dilma,

Trate de ficar bem sentada que o que tenho a lhe dizer pode lhe cansar as pernas. Aliás, tem andado um bocado. Tá fininha… Parabéns! Pode sentar.

Bem, já que comecei falando das pernas, vamos pro que mais tem quebrado as minhas. Andam dizendo por aí que você tem pacto com o capeta. Poxa, Dilma. Tá certo que pra ganhar eleição, apesar de fazer santinho, tem que comprar uns chifrudos, mas não é disso que andam falando, não. Estão falando do chifrudo verídico, aquele que a igreja nem pode falar o nome, do garfo, do rabo, do chifre… Desculpe a sinceridade, mas sabe que no começo eu até pensei que fosse por causa da sua feiura?

Mas falam que tem pacto com o da baixada por conta da sua conduta, essa de apoiar o casamento gay e ser a favor do aborto. Você não vai falar nada? Não vai falar nem que sim, nem que não? Se fosse há um tempo, eu lhe recomendaria dizer o que a igreja quer ouvir, o povo ia te aclamar. Mas o tempo mudou, sabe? Não se preocupe com o que a igreja acha (mas também não despreze-a). Diga que sim, mas diga que não, também. Diga que depende. Diga que depende de quem pergunta, isso! Saia rápido dessa. Diga só alguma coisa, feiurinha. Essas questões, se tratando de política e na atual conjuntura, não são mais para serem discutidas com profundidade agora, nesse momento. Não estou falando que não deva se preocupar com esses pontos na sua gestão, pelo contrário! Mas é que tem gente mais sabida que você que pode cuidar bem desses problemas enquanto você acaba com a pobreza, com a miséria… Deixe esses pontos para os movimentos. Eles sabem mais do que você. Ouça-os! Isso, diga que vai ouvir todos, afinal estamos em uma democracia. Depois pede ajuda do povo mais esclarecido e vai resolvendo essas questões. Homossexual também sente fome, sofre preconceito e mulher que quer fazer aborto já sofreu demais por outras coisas que poderiam ser evitadas. Sacou? Resolve o problema da base que esse tipo de problema, basicamente, some. O problema é lá embaixo, mas não é do capeta. Só que quando lhe perguntarem, diga alguma coisa, mulé!

Depois de resolvido esse problema você tem tudo pra levar o caneco. Mas ainda me cabe uma crítica. Para de fazer careta. Tu tem assustado um bocado de eleitor indeciso com essa carinha de “Alguém Me Acode”. Nem ia te contar, mas tem outro pouco de gente falando que foi o demônio que fez pacto com você. Pesado, eu sei. Mas eu estou aqui pra te ajudar, então pare de fazer cara de Maria Bonita sem antes passar um talcozinho na estampa. Vai por mim que assim você ganha. Veja, tu é viva, tem força. O seu adversário só não foi enterrado. Porque até fedendo ele já está. Erga-se, mulé. Bora. Ganha essa pra nós!

Abraço por trás.

Eu-leitor.