Penteados

Apreensão. Vamos sair. Olho lá fora, nenhum sinal. Parece que dá. A gente sai. Eu, olhando para os lados, desconfiado. Você, normal. Sinto que fui enganado. Brisa. Nada se mexe, mas eu sinto. É ele, o vento. Tento por tudo impedir que ele chegue até você, mas não tem jeito. Sua blusa se mexe, de leve. Mais de uma vez, eu tento não deixar ele te tocar. Impossível. Quando vejo, ele já tocou seu cabelo. Todo mundo viu. Eu finjo que nada aconteceu, mas sei que estão todos te olhando. Você fica linda quando o vento passa. E eu fico cheio de ciúme.

Published by

5 thoughts on “Penteados

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s