Nem todo poema é pra você

Nem todo gesto que eu faço
é pra você me achar sedutor.
Às vezes eu faço alguns gestos obscenos.
Nem toda comida sem graça que eu mastigo
é pra você me achar mais magro.
Eu também gosto de doce,
de gordura e de vinho.
Nem todo esforço que eu faço na academia
é pra você me achar irresistível.
Eu roubo em quase todos os exercícios.
Nem todo poema que eu faço
é pra você me achar um amor.
Eu também falo de putas,
passarinhos e nuvens.
Mas todo poema de amor que eu faço
é pra você me achar.

 

Published by

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s