Desmatamento geral

Desmatamento geral

Fazia tempo que eu não sentia tanto calor. Também fazia tempo que não via minha cidade tão cinza. Não tenho dúvidas – nem é possível ter, com tantas notícias nos jornais – de que esse ano eu senti arder mais a pele com as queimadas que avançaram pelas regiões exuberantes do país. Uma tristeza.

O problema é que o desmatamento é geral. Além do fogo real, há uma queimada que não cessa há mais de anos e acaba com tudo, a moral, a ética, o respeito, o carinho, o afeto… O ser humano está queimando.

Há poucos dias vi um documentário sobre o dilema da internet, que falava sobre o problema das redes sociais, de como as empresas de dados usam nossas informações pessoais para lucrar ainda mais. Nossos dados viraram o produto mais valioso do mercado da internet, e são usados de forma desregulada e até criminosa.

Mas a discussão que mais me interessou no documentário foi sobre a verdade. O fato é que a verdade está cada dia mais escassa, e esse é um desmatamento mais perigoso do que a própria queimada. A verdade tem deixado de existir no plano das discussões. Estamos discutindo sobre as mentiras e não sobre os fatos. As fake news têm se tornado uma ferramenta poderosa, usada por pessoas e até instituições que detém nossos dados.

Sem reestabelecer as verdades, fica cada dia mais difícil avançar sobre as questões problemáticas do planeta, como o aquecimento global, os preconceitos, o fanatismo religioso… Me volto às queimadas como exemplo: é fato que elas existem. Sabemos, por números estatísticos, que elas estão acontecendo num volume maior esse ano, e que estão espalhadas por regiões de todo o país, da Amazônia ao Pantanal. Mas muitas das discussões são sobre as mentiras. A mentira de que o fogo no Brasil é causado por índios foi apresentada na ONU pelo presidente, compartilhada nos grupos de whatsapp, elevadas a fatos. E os números divulgados por institutos de pesquisa, como o INPE, não importam mais. O desmatamento é geral.

A origem disso tudo, não tenho dúvidas, é a falta de investimento – de dinheiro e de tempo – em educação. Quando as pessoas não têm educação, é mais fácil transformar uma mentira em um fato. É por não educarmos as crianças sobre sexualidade, que falas preconceituosas como a do Ministro da Educação, que se referiu a pessoas gays como fruto de “famílias desajustadas”, se propagam. Também é por isso que fanáticos religiosos discutem sexualidade baseados no que aprenderam nos cultos, nas igrejas, nas falas homofóbicas de semi-líderes que não têm bagagem para educar. Falta de educação. Assuntos que deveriam ser discutidos na escola viraram tabu. O desmatamento é geral.

Sem educação, até o trabalho do artista se torna mais difícil. A poesia, além de provocar a reflexão, também impulsiona a fantasia e a imaginação, mas num sentido diferente, libertador. Com as fantasias alucinógenas compartilhadas pelos negacionistas contemporâneos, nossos versos, para muitos, já não surtem efeito.

Além de tudo, brigar contra essas mentiras nos rouba até o desejo de fantasiar.


O desmatamento é geral.  

Loja do Lucão

Instagram

Instagram did not return a 200.