Eu não quero mais falar sobre você nos meus poemas

Eu não quero mais falar sobre você nos meus poemas

Eu não quero
mais falar sobre você
nos meus poemas, eu pensei.
E aí, escrevi esse poema
pensando em você…
Em não querer falar sobre você.
Nessa mentira que inventei
pra te tirar de casa.
Sim, o poema é a sua casa.
Casa das coisas belas,
das palavras bonitas,
como o seu nome.
“Eu não quero
mais falar sobre você
nos meus poemas” é tão feio.
Como eram feios
os poemas que fiz
antes de você habitá-los.
“Eu não quero
mais falar sobre você
nos meus poemas” é tão triste.
Nessa luta entre o que a gente quer
e o que a gente acha que não deve,
quem perde é o poema sem você.
Eu não quero
mais falar sobre o não querer.
Eu quero falar sobre você.
E falar sobre você
é falar sobre as palavras mais bonitas
que um poema pode ter.